Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
estratégia do oceano azul

Estratégia do Oceano Azul aplicada no seu negócio

A estratégia do Oceano Azul é uma metodologia de planejamento estratégico que surgiu com objetivo de direcionar as pessoas a investirem em setores inexplorados do mercado. Essa proposta visa atrair clientes e expandir os negócios por meio do oferecimento de produtos e serviços inovadores.

Sabemos que manter-se em destaque e conquistar novos mercados se torna um desafio ainda maior a cada dia que passa. Isso acontece porque hoje tudo é muito globalizado, logo os consumidores se tornam mais exigentes em relação às empresas, demandando de experiências cada vez mais personalizadas. Neste contexto, é preciso desenvolver uma boa estratégia de marketing para vender o produto ou o serviço que se presta, não se esquecendo, porém, de onde dedicar os maiores esforços. É justamente aí que entra os ensinamentos da técnica do oceano azul.

Vamos falar mais sobre eles a seguir. Acompanhe!

Controle de Ponto

O que é a estratégia do Oceano Azul?

Oceano azul, como mencionamos, é uma técnica destinada à conquista de um mercado novo, ainda não explorado. A aplicação dessa tática de marketing é importante por conta do seu diferencial: as organizações passam a não se preocupar com concorrência, uma vez que estão ocupadas conquistando um território onde, no momento, não há competidores. Esse espaço diferente, no qual os concorrentes ainda não chegaram, é justamente o chamado oceano azul.

Os responsáveis pela criação dessas estratégias de negócio são os professores americanos W.Chan Kim e Renee Mauborgne. Em 2005, ambos, ao lançarem o livro  “A Estratégia do Oceano Azul: como criar novos espaços e tornar a concorrência irrelevante”, sugeriram que as empresas deveriam “evacuar as águas infestadas de tubarões”. Ou seja, na prática isso significa que as empresas devem parar de tentar competir com grandes corporações similares ao seu negócio e irem atrás de ganhar mercados inexplorados.

Esses novos espaços são descritos como “oceanos azuis”, comparados à luta pela sobrevivência nos sangrentos “oceanos vermelhos”, repletos de uma concorrência feroz. A metodologia representa a busca simultânea de alta diferenciação de produtos e baixo custo, tornando a concorrência irrelevante. 

O oceano vermelho

Como vimos acima, se existe um oceano azul — o novo espaço onde as corporações podem investir para atrair novos consumidores e negócios —  também existe o oposto: o chamado oceano vermelho. Nele, as disputas comerciais são acirradas devido a uma concorrência intensa, uma vez que todos estão em busca de mais clientes, vendas, acordos e, consequentemente, mais lucro.

E, para compreender quais são as dificuldades encontradas no oceano vermelho e a forma como elas prejudicam as vendas, podemos fazer um comparativo entre os dois tipos de oceano. No vermelho, por exemplo, a empresa precisa fazer uma escolha: ou ela se preocupa com as questões de negociação ou em oferecer o menor preço. No oceano azul, esses dois fatores caminham juntos.

A preocupação excessiva com a competição, de acordo com a estratégia do Oceano Azul é outro ponto negativo do oceano vermelho, que impacta negativamente as vendas. Isso porque, por se tratar de uma competição com uma concorrência já existente, a empresa tende a perder muito tempo com estratégias para se destacar no mercado —  um tempo poderia ser investido em melhoria de serviços e produtos oferecidos ao público.

Para exemplificar, vamos usar a companhia X, que está no oceano vermelho. Ela é uma empresa de produtos alimentícios e seu público já é pré-definido, bem como os serviços que se espera da mesma. Por causa da grande concorrência, a companhia X gasta grande parte do seu tempo e energia para conquistar clientes de outras empresas do ramo e, para isso, é alto o investimento em canais que não têm o retorno desejado.

Sendo assim, a rentabilidade da companhia X, atuando no oceano vermelho, é bem menor do que seria caso ela focasse no oceano azul, onde o horizonte dos negócios é mais amplo e existem maiores possibilidades de inovação e de aposta em itens que realmente atraiam  consumidores.

estratégia do oceano azul

Como aplicar a estratégia do Oceano Azul na minha empresa?

A técnica pode ser implementada na área de vendas tranquilamente. No entanto, é necessário observar alguns pontos específicos para que tenha sucesso. Confira as dicas que preparamos abaixo:

1. Defina quais são as metas da empresa

  • O que se quer alcançar? 

Tenha em mente que, antes de executar qualquer ação no negócio, inclusive implementar uma estratégia nova, é preciso ter os objetivos bem definidos.

2. Estabeleça a sua estratégia

Organize fatores como grupos estratégicos, criação de um marketing emocional eficaz, de carteira de consumidores e produtos que são mais valorizados no seu mercado.

3. Entenda o seu mercado

Na estratégia do Oceano Azul é fundamental conhecer a fundo qual é a real situação da empresa frente ao que os seus clientes gostariam que ela entregasse ou ao que ela, de fato, entrega.

4. Estude a concorrência e aprenda com ela

Se já está claro como é o cenário de atuação,  é preciso superá-lo e não meramente repetir o que o mercado está fazendo. Mesmo referências de qualidade não devem ser inteiramente copiadas, pois isso não criaria uma diferenciação.

Busque referências em outras áreas e não tenha medo da mudança —  se for identificado que a estratégia do negócio, ou de um serviço, precisa mudar para ingressar e ter sucesso no oceano azul, a empresa não deve ter receio de apostar no novo.

5. Adapte a sua estratégia de Oceano Azul

Use as informações extraídas sobre o mercado, os consumidores e não-consumidores para  traçar uma nova estratégia. Observe os principais atributos de valor que fazem com que seus concorrentes diretos e as empresas de outros setores se diferenciem.

A seguir, faça as chamadas “Quatro Ações”, pensadas pelos idealizadores da técnica do Oceano Azul:

a) Eliminar: risque da lista os atributos de valor que você acredita que não gerarão tanto valor para a empresa;

b) Reduzir: diminua a atenção para certos atributos que devam continuar, mas sem necessitar de um esforço máximo por parte da organização;

c) Acrescentar: adicione atributos de valor totalmente inovadores, que seus concorrentes diretos não usam. Nesta hora, será de extremo valor sua pesquisa em outros segmentos de mercado;

d) Aumentar: mapeie alguns atributos de valor que seus concorrentes usam, mas que não lhes dão a devida atenção, embora sejam qualidades importantes. Dedique especial atenção para aumentar o nível desses atributos.

Após refletir a respeito desses aspectos e fazer as mudanças necessárias, a sua empresa estará pronta para ingressar no Oceano Azul e desfrutar dos seus benefícios. Por isso, quanto mais cedo o processo de mudança começar, melhor! Boa sorte!

Documentos Admissionais

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau