Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
autoavaliação

Autoavaliação descomplicada e sem erros

Seu gestor solicitou que você escreva uma autoavaliação. Isso significa não apenas que deve refletir sobre o que tem feito no trabalho até então e demonstrar seu valor para a empresa, mas também fazê-lo com uma pitada de humildade e vontade de crescer em sua carreira.

Sem pressão, certo?

Tendo isso em mente, neste artigo, vamos detalhar todas as etapas necessárias e simplificar as coisas para que você elimine o medo de se autoavaliar. Acompanhe a seguir!

Como fazer uma autoavaliação?

  • Antes de começar a escrever 

Muito do trabalho necessário para fazer uma autoavaliação é de preparação. Ou seja, se você já imagina que em algum momento uma avaliação será solicitada,  é melhor ser proativo e ir anotando suas realizações e conquistas ao longo do período na empresa. 

No entanto, se o processo avaliativo foi uma surpresa ou você não preparou, não se preocupe. Esse artigo está aqui para te ajudar a lidar com todo tipo de cenário.

1. Saiba como a autoavaliação será usada

É útil saber por qual motivo seu gestor solicitou essa avaliação: ela será atrelada a sua avaliação de desempenho? Será considerada para analisar um possível aumento ou bônus? Quão profunda deve ser essa avaliação? É importante que inclua alguma análise? Essas informações fornecerão um ponto de partida sólido e, finalmente, afetarão a forma como você escreve a revisão.

2. Escreva uma lista de suas realizações

É hora de pensar no que você vem conquistando até então. Faça um brainstorm e crie uma lista com as suas principais realizações. Por enquanto, inclua tudo o que puder pensar. Ao escrever a avaliação definitiva, você pode resumir essa lista apontando os itens essenciais — as coisas de que mais se orgulha e, especialmente, as que trouxeram mais valor à empresa.

3. Apresente dados quantitativos, se puder

Torne o valor do seu trabalho quantificável sempre que possível. “Aumentei a retenção de clientes” não é tão atraente quanto “aumentei a retenção de clientes em 21%”. O tempo extra que você leva para fazer algumas análises antes de escrever sua autoavaliação será recompensado solidificando o valor de suas realizações. Dados falam por si!

4. Escreva uma lista com os seus desafios

A avaliação não deve servir somente para falar de conquistas. É importante mostrar que você reconhece seus desafios no trabalho. E, mais uma vez, seja abrangente. relate os pontos nos quais encontrou dificuldades e demonstre o seu interesse em desenvolver essas lacunas.

Escrevendo sua autoavaliação

Agora que você está organizado, é hora de começar a escrever. Aqui estão algumas diretrizes para manter sua análise positiva e mostrar suas contribuições, além de ajudar no seu desenvolvimento profissional.

5. Limite sua lista de realizações

Claro, você fez muito ao longo do ano, mas sua análise deve se ater aos destaques: como mencionamos acima, mostre de preferência as conquistas que você possui dados para oferecer suporte. Inclua também as coisas das quais você mais se orgulha. Apresente o seu melhor trabalho.

6. Não se esqueça de alinhar a autoavaliação com as metas pessoais ou da equipe

Que objetivos sua equipe vem tentando alcançar? Como seus esforços contribuíram para alcançá-los? É importante incluir essas informações em sua autoavaliação para que seu gestor possa ver claramente como você contribuiu.

7. Mantenha-se positivo ao descrever suas falhas

É importante que você use uma linguagem positiva para descrever as coisas com as quais se esforçou no trabalho. Seu objetivo não é chamar atenção para seus fracassos, mas mostrar sua vontade de crescer. Sempre que possível, ofereça sua própria solução para o problema.

Por exemplo:

  • Ao deixar de cumprir alguns prazos

Use linguagem positiva e não se esqueça de mostrar o que você fez para solucionar o problema:

Vários prazos perdidos me ajudaram a identificar meus desafios ao gerenciar o tempo para minhas tarefas. Por causa disso, comecei a criar listas com atribuições diárias para me ajudar a melhorar minha rotina e manter o controle do meu tempo na empresa.

8. Mantenha o foco em você

Se você não alcançou seus objetivos, não aponte dedos — lembre-se de que se trata de uma autoavaliação e não de uma avaliação da equipe. Não é hora de terceirizar a culpa. Se você tem um problema com um colega de trabalho e acredita que esse conflito afetou seu desempenho, é algo que precisa chamar a atenção do seu gestor separadamente e, de preferência, muito antes desta avaliação pessoal.

9. Esta é a hora de sondar oportunidades de crescimento na empresa

O momento da autoavaliação é ótimo para defender suas possibilidades de desenvolvimento profissional na organização. Tenha em mente que para conseguir o que deseja, você precisa pedir. Portanto, mesmo que o gestor não tenha solicitado especificamente, vá em frente e mostre a sua vontade de ocupar uma nova posição, demonstre que está estudando para isso, etc. Um bom líder de equipe provavelmente apreciará seu entusiasmo e desejo de aprimorar suas habilidades profissionais e com certeza saberá recompensá-lo por isso.

10. Um pequeno resumo do que deve ou não ser feito

Inclua o feedback que você recebeu de outros colegas de trabalho – não há problema em incorporar na autoavaliação citações significativas ou avaliações de pessoas importantes na equipe, se você os tiver. Mostre que outros colaboradores apreciam suas contribuições.

Não basta fazer uma lista – apenas oferecer um resumo das suas realizações não mostra muito esforço de sua parte. Escreva seus comentários a respeito, como trilhou um caminho para chegar a esses resultados positivos (ou não).

Priorize – lembre-se de focar nos destaques quando se trata de conquistas positivas e nas principais preocupações quando se trata de desafios. Não fale dos outros. Não é o momento para “lavar a roupa suja”.

Não cometa erros de digitação – mesmo que a escrita não seja uma grande parte do seu trabalho, sua autoavaliação não é lugar para erros de digitação e gramaticais. Não se esqueça de revisá-la!

Peça por uma segunda opinião – não é uma má idéia que um amigo, membro da sua família ou colega de confiança leia sua avaliação antes de entregá-la. Eles podem ajudar a verificar não apenas erros, mas também a garantir que seu tom seja positivo e construtivo.

Não é necessário ter tanto medo de escrever – organize-se antes de começar, reúna dados sempre que possível, concentre-se no positivo e em seu desenvolvimento e você certamente impressionará o seu avaliador. E não apenas isso, mas você se beneficiará ao refletir sobre o seu trabalho de uma maneira que reconheça suas realizações e o coloque no caminho certo para o auto-aperfeiçoamento.

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau