Controle de Ponto e RH - Gestão de Pessoas

Qual é o sistema de ponto mais econômico do mercado?

Com tanta variedade de sistemas, você sabe identificar qual o sistema de ponto mais econômico do mercado? Para muitos gestores essa é uma pergunta bastante complexa.

Toda empresa que possui mais de 10 colaboradores com registro em carteira precisa fazer o controle de ponto. No entanto, há hoje no mercado diversos tipos de sistemas de registro de ponto disponíveis no mercado.

As perguntas que ficam são: qual o sistema de ponto mais econômico e como escolher o melhor para minha empresa?

Continue a ler e saiba mais.

 

Tipos de sistema de ponto

De alguns anos para cá, desde que a possibilidade de utilizar sistemas de pontos eletrônicos e sistemas alternativos de registro de ponto surgiu, muitas empresas se atualizaram e hoje utilizam meios extremamente eficientes e importantes para suas demandas.

Muitas outras, entretanto, ainda sofrem com a rotina exaustiva e complexa de fazer o registro de ponto manualmente. 

Para ilustrar a evolução destes sistemas, elencamos abaixo os principais sistemas de ponto do mercado. Acompanhe.


 

Sistema de ponto manual

Em pleno século XXI e com tantos avanços na tecnologia, ainda há empresas que utilizam o livro de ponto para realizar o controle de jornada. Obviamente, este sistema está bem no final da nossa lista de sistema mais econômico do mercado.

À primeira vista, o valor de um livro de ponto parece insignificante para o orçamento de uma empresa, principalmente aquelas que lidam com recursos mais enxutos. Porém, a relação custo e benefício é extremamente alta. Veja o porquê.

Neste tipo de sistema, é preciso que um colaborador faça manualmente o controle do ponto dos demais funcionários da empresa. Além disso, ele preciso estar atento a atrasos, saídas antecipadas, realização de horas extras, etc.

Ao final do mês e dependendo do volume de informações colhidas, o colaborador conta – também manualmente – as horas de todos para compor a folha de pagamento

A probabilidade de erros de contagem é muito grande e, com isso, a empresa fica exposta a ações trabalhistas que podem prejudicar seu orçamento.

O mesmo pode acontecer com as empresas que utilizam o relógio de ponto. Qualquer informação que ficar ilegível (como no caso de bater o ponto duas vezes, com horários sobrepostos) pode levar à interpretação equivocada na hora da remunerar o colaborador, o que pode gerar uma ação trabalhista.

 

Sistema de ponto por biometria

O sistema de ponto por biometria surgiu como forma de acabar com os problemas que descrevemos acima no item anterior.

Este sistema funciona da seguinte forma: os dados pessoais de cada colaborador, bem como seus dados profissionais dentro da empresa, são cadastrados em um sistema. O colaborador, então, recebe um crachá magnético com todas essas informações gravadas.

Cada vez que ele insere ou passa o crachá pela catraca, seus dados de ponto são armazenados e, ao final do período, todos os registros são computados automaticamente para compor a folha de pagamento.

Este sistema seria perfeito se não fossem esses dois detalhes:

  1. O uso do crachá deu origem ao chamado “ponto amigo”. Um colaborador, sabendo que vai se atrasar para registrar o ponto, dá seu crachá a outro que registra o ponto por ele. Vale lembrar que isso é uma prática ilegal e motivo para demissão por justa causa para os dois colaboradores envolvidos. Mesmo assim, é uma prática que ocorre com bastante frequência, sobretudo nas empresas maiores. 
  2. Para instalar o sistema por biometria é preciso um investimento alto por parte da empresa, o que pode comprometer a saúde financeira das pequenas e médias empresas.


 

Sistema de ponto mais econômico do mercado

Chegamos ao ponto central deste artigo. Analisando as informações acima, chega-se a conclusão que o sistema mais econômico e robusto do mercado é, sem dúvidas, o sistema eletrônico de ponto.

Este sistema pode vir em forma de aplicativo, como o Oitchau. O colaborador baixa o sistema em seu smartphone e realiza o registro de ponto tranquilamente. Quanto ao gestor, este tem certeza de que as informações inseridas são verdadeiras, pois o Oitchau possui métodos contra fraude de ponto que verifica a localização exata, o horário e a identidade do colaborador que está fazendo o registro.

Todos os registros realizados durante o mês ficam disponíveis para que o colaborador possa consultá-los quando quiser, estabelecendo uma relação transparente entre ele e a empresa.

Para o gestor, é possível acompanhar a jornada de trabalho de cada colaborador em tempo real e analisar solicitações e informações no mesmo momento em que são feitas.

 

O mais importante de tudo é que o Oitchau possui a melhor relação custo e benefício do mercado e, por isso, é definitivamente o sistema mais econômico. Vale a pena obter mais informações e testar hoje mesmo!