Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
mulheres empreendedoras

Mulheres empreendedoras: as 8 melhores dicas para se ler hoje

Ser mulher e obter sucesso num mercado empreendedor dominado por homens é um grande desafio. Listamos 5 conselhos valiosos para ajudar nessa empreitada.

O número de mulheres empreendedoras no mercado de startups está crescendo, no entanto, há um longo caminho a percorrer — a força feminina em um universo empreendedor totalmente dominado por homens ainda precisa superar grandes desafios. 

Neste sentido, o objetivo desse artigo é apresentar dicas valiosas que podem ajudar nessa empreitada tão importante! Acompanhe a seguir!

Controle de Ponto

Dados sobre o empreendedorismo feminino

Mais da metade da população mundial é composta por mulheres: elas já são consideradas o maior grupo especial de interesse, por serem as pessoas que mais consomem na maioria dos países.

De acordo com o último relatório da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), as taxas de empreendedorismo entre as mulheres aumentaram 13% contra 5% em relação aos homens. O estudo monitora 40 economias do mundo todo 

Sob este cenário, um problema ainda maior do que a disparidade de gênero entre os empreendedores, é a falta de representatividade e de receptividade que as mulheres empreendedoras encontram ao adentrarem esse ambiente de negócios. Não conseguir  acessar um modelo de mulher com experiência pessoal neste contexto acaba fazendo que muitas empreendedoras desistam de tentar, pois se sentem perseguidas e desestimuladas.

Tendo isso em mente, preparamos 8 conselhos e recursos que permitirão que você, mulher, não desista de empreender hoje.

 

1. Mulheres empreendedoras, abracem suas conquistas com orgulho

Orgulhe-se do seu trabalho e de suas criações, acredite no que está fazendo e tente sempre que possível se apresentar ao mundo sem receio.

Esteja preparada, pois vão surgir pessoas que duvidarão da sua capacidade, muitas vezes oferecendo críticas duras, que podem fazer qualquer um questionar se realmente está fazendo a coisa certa.  

É preciso filtrar essas falas desnecessárias das críticas construtivas — busque referências e cerque-se de outras mulheres empreendedoras que enfrentam dificuldades similares para trocar figurinhas, refletir ou somente apoiar umas às outras.

Não deixe de divulgar e comemorar suas evoluções e conquistas por receio do que possam dizer ou pensar. 

Nunca permita que façam você se sentir uma farsa ou alguém que não pertence a posição que ocupa. Lembre-se de tudo que enfrentou para chegar onde chegou.

 

2. Minimize as pessoas negativas

Você encontrará muitos céticos e pessoas que não têm o menor interesse de entender a sua visão. Tente evitar essas pessoas ou pelo menos qualquer conversa de trabalho com profissionais que não a inspirem a seguir em frente.

 

3. Não tenha vergonha de pedir o que você precisa

Ao tentar adentrar o mundo dos negócios, é comum chegar em uma fase na qual talvez não  dê conta de algumas ferramentas necessárias para seguir em frente, sejam elas recursos financeiros ou técnicos.

Ao detectar o que você precisa, vá à luta, pergunte a todos. Muitas vezes, são as pessoas mais improváveis ​​que oferecem a visão que se procura. Dê uma olhada no mercado. Acesse redes sociais como o LinkedIn  — é por meio dessa plataforma, inclusive, que os profissionais costumam compartilhar suas dores e delícias diárias.

 

4. Sem medo de liderar

Não tenha receio de ser “ponta firme”, exigir respeito e postura dos profissionais que trabalham com e para você. Se um colaborador ou parceiro não está pronto para sentar numa mesa com mulheres empreendedoras e conversar de igual para igual, isso será um problema.

  • Seja pulso firme e imponha-se como líder.
  • Se notar que sua fala é interrompida com frequência, continue seu discurso até a conclusão, quando será dada a oportunidade de outra pessoa participar.
  • Seja voz ativa nas reuniões e assine os contratos. Garanta que todas as decisões passem por você.
  • Pondere se é realmente necessário no contexto da situação, mas não hesite em “dar uma carteirada” e lembrar em bom tom quem está no comando.

mulheres empreendedoras

5. Errar é completamente normal

Um dia você pode acordar, refletir sobre quão difícil pode ser a trajetória de mulheres empreendedoras e se perguntar “Mas e se eu falhar?”

O grande psicólogo Fritz Perls, em seu livro Gestalt Terapia, explicou que a ansiedade é o intervalo entre o agora e o depois. Quando antecipamos na nossa mente planos e expectativas, deixamos de focar no que está acontecendo aqui e agora para nos torturar com suposições que criamos na nossa própria cabeça.

Nenhum ser humano faz apenas as escolhas certas, executa trabalhos sem falhas e passa pela vida sem cometer um único erro. A verdade é que, a cada erro, aprendemos e nos tornamos melhores e mais fortes.

  • Não foque na possibilidade de errar, foque sempre em aprender, seja qual for a situação.
  • Sempre que tiver dúvidas sobre o futuro, lembre-se do motivo pelo qual você começou.
  • Deixe para se preocupar com as dificuldades quando elas surgirem, lide com uma coisa de cada vez

 

6. Network. Network. Network

Se você deseja construir algo grande e bem-sucedido, não poderá fazê-lo sozinha: é preciso superar a timidez e o medo da rejeição na hora de fazer networking como se isso fizesse parte do seu trabalho. A quantidade de colaboração e conexões que podem ser estabelecidas por uma rede vasta, porém próxima, é inestimável.

 

7.Organize o seu tempo

Para não sobrecarregar sua saúde, é importantíssimo saber organizar o seu tempo de forma saudável e estratégica, principalmente se você faz jornada de trabalho dupla ao administrar a empresa e a casa. Nesse caso, as mulheres empreendedoras acabam trabalhando em dobro.

Softwares e aplicativos de gestão de tempo, além de uma agenda bem organizada, podem fazer milagres para que as duas vidas não se misturem, a ponto de se tornar um problema.

E, claro, para garantir que você não se esqueça de reservar aquele tempo exclusivo para cuidar de si mesma, da sua saúde corporal e mental!

Aqui estão alguns aplicativos para experimentar:

  • Evernote
  • Trello
  • Google Calendar
  • Toggl
  • Remember The Milk

Ponto Eletrônico

8. Tenha um hobby

Adquirir um estilo de vida pelo qual você tenha paixão pode ser a maneira mais prática e agradável de separar um tempo para cuidar de si mesma, relaxar e descansar.

Mais do que forçar-se a praticar uma atividade física por motivos de saúde, é encontrar uma grande paixão fora do trabalho e da família, realizar uma vocação pessoal. É algo que você terá prazer em praticar com frequência, e que será somente seu.

  • Praticar um esporte (surf, futebol, vôlei, ciclismo);
  • Treinar em uma academia;
  • Criar arte (quadros, esculturas, música);
  • Construir coisas (móveis, brinquedos, utensílios);
  • Consertar coisas (eletrônicos, carros);
  • Treinar a mente (meditação, yoga).

O importante é encontrar uma atividade que você goste e que exija um nível de disciplina, tornando-se recorrente na sua rotina. 

 

Enviar comentário

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau