Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
Coronavírus

Entenda os impactos do Coronavírus no RH

Atualmente o Brasil enfrenta uma crise econômica e social decorrente da pandemia de Coronavírus que atinge o país desde março deste ano e que trouxe alterações diversas aos cidadãos brasileiros, especialmente em relação ao ambiente de trabalho.

Uma vez que o controle do alastramento do vírus depende da diminuição da circulação social e do isolamento, muitas empresas estão tendo que se readaptar para manter suas operações, o que impactou em grande escala o trabalho dos departamentos de recursos humanos (RH).

Isso porque são diversos os desafios impostos pelos novos tempos. A necessidade de instituir o trabalho em Home Office (quando compatível com as atividades da empresa), o uso de novos recursos e o aumento do número de demissões são apenas algumas delas.

Covid-19 força alterações no ambiente de trabalho

São vários os impactos causados pela pandemia de Covid-19, doença causada pelo vírus. Dentro das empresas, inegavelmente, os maiores ajustes são impostos aos setores de RH que devem lidar com o desafio de readaptar o funcionamento das atividades com base nos cuidados exigidos face ao cenário colocado.

1.      Adaptação ao trabalho remoto

Desde novembro de 2017 o trabalho remoto é previsto pela CLT e vinha sendo colocado em prática cada vez mais pelas empresas. Com o advento da pandemia de Coronavírus ele se colocou como uma necessidade e alternativa às empresas darem continuidade às atividades.

Os principais desafios dizem respeito à concessão dos materiais necessários para a realização dos trabalhos à distância, ao controle das jornadas e à manutenção da produtividade durante o home Office.

Existem diversas ferramentas que podem auxiliar nessa empreitada e facilitar o trabalho remoto e o controle pelo departamento de RH. Dentre elas estão aquelas de trabalho colaborativo à distância e o controle de ponto eletrônico que pode ser feito por aplicativos diversos.

2.      Mudanças no recrutamento e seleção

O processo seletivo de novos colaboradores é uma das tarefas que são de responsabilidade do departamento de RH.

Durante a pandemia eles tiveram que ser readaptados a fim de que fossem realizados à distância, sem necessidade de quebra das regras que impõem o distanciamento social.

É possível fazer uso de ferramentas tecnológicas não só para manter o contato e controle daqueles empregados que já prestam serviços à empresa. O processo de recrutamento e seleção de empregados, pode ser facilitado para a realização de entrevistas por videoconferências, por exemplo.

Existem aplicativos que permitem a realização de testes de produtividade e eficiência que muitas vezes seriam aplicados aos processos seletivos que ocorrem pessoalmente. Outras questões estão relacionadas ao próprio envio de documentos necessários à contratação pela internet.

3.      Aumento de demissões

Uma das questões mais delicadas relacionadas à crise econômica causada pela pandemia de Covid-19 diz respeito ao aumento no número de demissões operadas pelas empresas pela impossibilidade financeira de manutenção de todos os contratos de trabalho.

Essa dificuldade é motivada por diversas questões. Dentre elas estão, por exemplo, a queda na procura de produtos e serviços. Em outros casos, a própria empresa não realiza atividades que sejam compatíveis (em todos os setores ou parte deles) com as atividades remotas.

Somando-se isso à redução do giro de caixa das organizações, a demissão se apresentou como uma das alternativas adotadas pelas empresas. Para se ter noção, segundo dados divulgados pelo Ministério da Economia, mais de 1,5 milhões de trabalhadores foram dispensados entre março e abril, que correspondem ao primeiro bimestre da pandemia em território nacional.

O RH não é responsável apenas pelos processos de seleção, mas pelos desligamentos, de forma que suas atividades se tornam mais importantes durante esse momento.

Existem diversos cuidados que devem ser tomados para operar esses desligamentos. Embora eles possam ser realizados à distância, de forma remota, deve-se ter a delicadeza de jamais informar uma demissão em videochamada realizada em grupo ou por ferramentas informais como e-mail e WhatsApp.

Todas as verbas rescisórias devem ser pagas devidamente e, caso haja a possibilidade para a empresa, benefícios devem ser estendidos para permitir a subsistência do empregado durante o período de crise.

Outros pontos importantes dizem respeito ao auxílio na recolocação do empregado dispensado no mercado de trabalho e a concessão de carta de indicação, por exemplo.

4.      Necessidade de treinamentos à distância

Muitas empresas disponibilizam constantemente treinamentos às suas equipes, a fim de que os colaboradores sempre tenham pleno conhecimento das atividades e de novas formas de realizá-las de maneira mais produtiva.

O trabalho em Home Office durante a pandemia não significa a interrupção desses treinamentos. Isso, pois, a tecnologia permite que eles sejam realizados à distância. Para isso estão disponíveis não só as videoconferências, mas aulas gravadas, ensino à distância e outros.

Cabe ressaltar que existe uma tendência de que esses treinamentos, mesmo após a pandemia continuem sendo realizados à distância, otimizando o tempo do trabalhador. O home Office é uma realidade que tende a se firmar mesmo após o período atual. A empresa que investir em técnicas para aperfeiçoá-los poderá sair ganhando desde logo perante a concorrência.

5.      Crescimento da importância dos feedbacks

Os feedbacks já fazem parte da realidade da maioria das empresas. Eles são importantes não só para os empregados saberem dos seus erros e acertos e buscarem o aperfeiçoamento, mas para a empresa saber qual é a visão que seus colaboradores têm sobre a instituição.

O advento do home Office não afasta a necessidade de realização desses feedbacks. Pelo contrário, ele ressalta mais a importância deles. A necessidade de adaptação requer que os colaboradores tenham conhecimento de como o seu trabalho tem sido visto pela empresa e quais as formas que ele pode melhorá-lo.

A realização de feedbacks durante a pandemia de Coronavírus mantém os empregados focados mais empenhados em suas atividades laborais. Eles não só percebem a importância do que fazem, mas se sentem foco da atenção dos gestores.

6.      Danos à saúde mental dos colaboradores

Outro ponto que merece a atenção dos trabalhadores do setor de RH que é muito importante, especialmente durante a pandemia, é a questão que envolve a saúde mental dos colaboradores da empresa.

O isolamento social e a preocupação gerada pelo Coronavírus em relação à economia, manutenção do emprego e sistema de saúde podem afetar negativamente a saúde psíquica deles.

Nesse cenário cabe aos profissionais do RH disponibilizar aos empregados profissionais da psicologia com quem possam conversar. Outros pontos que podem auxiliar são a realização de videochamadas recorrentes para happy hour (cada qual em sua casa) em que as pautas de conversas se afastam do trabalho e se focam na qualidade de vida de cada um e como estão lidando com a pandemia.

7.      Prevenção e retomada do trabalho presencial

Cabe ao departamento de recursos humanos lidar com a retomada do trabalho presencial quando a empresa optar pela não manutenção do home Office após a pandemia.

Primeiramente, a retomada das atividades se dará de forma gradual e com diversas exigências, uma vez que o Covid-19 não está controlado no Brasil. Por isso, cabe ao RH se atentar à necessidade de conscientização quanto às medidas de segurança como uso de máscaras, distanciamento social e higienização constante das mãos e objetos de trabalho.

Ao RH é relegada a responsabilidade de adaptar o ambiente de trabalho à retomada do labor presencial, uma vez que ele somente se faz possível se a empresa tiver estruturas para manter a segurança do pessoal.

Conclui-se, assim, que são diversos desafios que foram impostos aos setores de recursos humanos face à pandemia. Porém, existem diversas ferramentas que podem auxiliar na adaptação ao mesmo tempo em que tem em vista o futuro da organização e desenvolvimento dela.

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau