Vendas por telefone: 11 4210 2846
whatsapp iconVendas no WhatsApp
coronavírus

Coronavírus: Como evitar o contágio voltando ao escritório?

Embora o Brasil ainda enfrente a pandemia de Coronavírus, muitos estados e cidades estão retomando as atividades, inclusive com abertura de estabelecimentos ao público.

Dessa maneira, empresas que estavam com as atividades momentaneamente paradas ou que mantiveram os empregados em home Office, temporariamente, estão voltando ao ambiente de trabalho.

Porém, é necessário muito cuidado nesse momento. Primeiro porque a pandemia ainda não se mostra controlada na maioria dos estados brasileiros. Segundo, porque é obrigação do empregador trabalhar de forma a resguardar a segurança e integridade física do empregado, inclusive contra o Covid-19.

Portanto, existem diversas medidas de segurança que devem ser tomadas. Confira algumas delas, abaixo, e garanta o sucesso e segurança do retorno das atividades de sua empresa!

Cuidados contra o Coronavírus na retomada das atividades pelas empresas

Existem diversos pontos cruciais que merecem atenção das empresas na retomada das atividades laborais e na preparação do recebimento dos colaboradores que voltam ao ambiente de trabalho.

A grande maioria delas está ligada à higiene, mas não para por aí! Cabe à empresa realizar a devida fiscalização do uso de materiais de proteção, do correto distanciamento entre os colaboradores e, também, de conscientização quanto à necessidade de cuidados nesse momento.

Separamos algumas dicas quanto aos pontos cruciais que devem ser levados em consideração pelas empresas para garantir a segurança e a retomada de atividades. Confira quais são elas abaixo!

1.      Higienização do local de trabalho

A contaminação de superfícies é uma das principais formas de contaminação do Covid-19 e disseminação do Coronavírus. Isso porque gotículas de saliva e outras secreções podem ser invisíveis a olho nu e um ambiente aparentemente seguro pode colocar os colaboradores em perigo.

Além disso, a grande maioria das pessoas tem o prejudicial costume de colocar as mãos com frequência no rosto, olhos e nariz, assim como objetos diversos neles, mesmo que inconscientemente.

Isso requer, portanto, que haja a frequente limpeza e higienização de todo o ambiente de trabalho. Nele estão inclusos os móveis e ferramentas, como cadeiras e mesas, telefones, teclados e mouses de computadores e até mesmo grampeadores e outros.

O ideal é que a limpeza seja realizada com um pano umedecido em álcool, que também pode ser substituído por água sanitária.

Essa limpeza não deve seguir a mesma frequência com que é feita geralmente nas empresas, o que geralmente varia entre uma vez na semana a todos os dias. Assim, é necessário que haja a higienização constante, em intervalos de poucas horas.

Ela também deve se expandir para ambientes de uso comum, como banheiros, salas de reuniões e, igualmente, aos trincos, mesas e torneiras presentes nesses ambientes, nos quais as pessoas costumam encostar e, portanto, podem se contaminar facilmente.

2.      Disponibilização de materiais de higienização e proteção

É dever da empresa disponibilizar materiais e outros acessórios que possam aumentar a proteção do empregado contra o Coronavírus.

Assim, alguns pontos simples devem ser observados, como a disponibilização constante de sabonetes nos banheiros e outros locais com pia, a presença de álcool em gel na entrada da empresa e também em todos os setores.

O ideal é que cada empregado tenha à disposição um tubo próprio, em sua mesa. Porém, se isso não for possível, basta deixar um dispenser desse tipo na porta de entrada do departamento.

Ainda, o uso de máscaras é muito importante para a proteção contra o vírus respiratório. Segundo especialistas, quando uma pessoa infectada e outra saudável entram em contato e ambas estão usando máscaras o risco de contaminação cai em 80%.

Outros materiais que devem ser disponibilizados são lenços descartáveis que evitam que gotículas de saliva e catarro sejam espalhadas, assim como lixeiros que não necessitem que o colaborador encoste na tampa para abri-los.

Assim, disponibilize esse tipo de material de proteção para os empregados que eventualmente não o tenham. Lembre-se que as máscaras podem ser descartáveis ou reutilizáveis. No segundo caso, elas devem ser devidamente lavadas com água e sabão e esterilizadas. Ambos os casos, por outro lado, exigem a troca de máscara a cada 2 horas.

3.      Cuidado com a distância social

O distanciamento social é essencial para que as contaminações pelo vírus e o Covid-19 sejam evitados. Portanto, analise se o seu ambiente de trabalho oferece espaço suficiente para todos os empregados permanecerem em distância um dos outros.

O ideal é que ela seja de 1,5 metros e 2 metros entre um empregado e outro. Assim, caso seu espaço não seja condizente a isso, procure usar salas desativadas, ou mesmo a destinada às reuniões, e as adapte temporariamente para receber os colaboradores.

Se o ambiente ainda assim não comportar o distanciamento, o mais indicado é que a empresa realize revezamento de empregados. Revezá-los significa que uma parcela prestará serviços na sede da empresa em alguns dias e os demais, em outros. Nos dias em que certo grupo não prestar serviços na sede empresarial seus membros deverão laborar em home Office.

4.      Fiscalize o uso dos materiais de proteção e respeito às regras contra o Coronavírus

Não basta conceder os materiais de segurança, mas também é necessário que haja a fiscalização quanto ao correto uso.

Um dos maiores problemas relativos às máscaras, por exemplo, é seu uso incorreto, em que muitos as deixam abaixo do nariz ou mesmo no queixo. Outro erro comum também é encostar na máscara constantemente ou passar a mão embaixo dela.

Dessa maneira, cabe à empresa realizar um trabalho duplo de orientação e fiscalização. Demonstre qual a forma correta de uso dos materiais, quando o álcool em gel é necessário e como a máscara deve ser utilizada.

Ainda, certifique-se de mesmo dentro do setor as máscaras sejam utilizadas e que os empregados mantenham o correto distanciamento entre eles. Caso contrário, todas as demais ações contra o Coronavírus podem ser infrutíferas.

Alguns ensinamentos e orientações parecem básicos, mas é importante lembrar, sempre, que os costumes dos colaboradores são diferentes entre si, até mesmo em relação à higiene.

Ainda, o enorme número de fake news e de informações cruzadas e desencontradas pode dificultar a compreensão do uso desses materiais de proteção, sendo necessária paciência e disponibilidade para garantir a segurança de todos.

Por fim, outra orientação crucial se refere à forma como o colaborador deve agir caso esteja com suspeita de Covid-19. Primeiramente, ele deve informar ao gestor a situação e permanecer afastado até que os exames sejam realizados e seus resultados divulgados.

Isso deve se dar não apenas para quem apresenta febre e outros sintomas condizentes ao Covid-19, mas a qualquer sintoma parecido com gripe, por exemplo.

5.      Haja com clareza e seja exemplo

Nossa última dica para garantir a volta ao ambiente de trabalho em segurança frente ao Coronavírus é que os gestores devem ser exemplos aos empregados, propagando políticas de higiene e comportamento dentro da empresa.

Isso demonstra que todos estão preocupados e só ressalta a importância quanto aos cuidados necessários nesses tempos difíceis.

Além disso, procure sempre ser claro com os colaboradores quanto a eventuais suspeitas de Covid-19 entre os empregados (que devem ser imediatamente afastados nesse caso, sem prejuízo ao salário) e sobre as medidas que são tomadas pela empresa para garantir a segurança de todos os funcionários que prestam serviços nesse ambiente.

Informação, transparência e diálogo são cruciais nesse momento e tendem a trazer ótimos resultados nos quais todos que prestam serviços à empresa agem conjuntamente em prol do bem coletivo.

Com todos esses cuidados é possível que as empresas retomem suas atividades. Lembre-se de que em muitas situações será necessário aguardar até que tudo retome a normalidade, de forma que a retomada da prestação de serviços no local de trabalho pode ser feita de maneira gradual e cuidadosa.

Veja também: Ferramentas home office: Separamos as melhores em 2020

Gostou das dicas? Deixe o seu comentário e compartilhe estas dicas em suas redes sociais! Siga-nos também no Instagram!

Receba o melhor conteúdo de Gestão de Pessoas no seu e-mail

Siga nossa Newsletter

controle-de-ponto-guia-completo
PREÇOS A PARTIR DE APENAS R$ 89/mês

Junte-se a milhares de clientes satisfeitos que fazem a gestão de seus times com Oitchau