Controle de Ponto e RH - Gestão de Pessoas

Como ajudar colaboradores introvertidos

O ambiente de trabalho está repleto de colaboradores extrovertidos e introvertidos. Uma das características dos grandes líderes é saber usar as características individuais de seus colaboradores para fazer uma gestão eficiente.

Um ambiente de trabalho que respeite suas personalidades faz com que os colaboradores se sintam à vontade para desenvolverem seus potenciais e dar o melhor que cada um pode oferecer em prol de um objetivo em comum: o sucesso da empresa.

Antes de partirmos para as dicas sobre como ajudar colaboradores introvertidos, vamos conhecer os conceitos de introversão e extroversão. Acompanhe!


Colaboradores introvertidos e extrovertidos

De início, é importante dizer que não há uma personalidade melhor que a outra; é a diversidade que compõem um ambiente de trabalho harmonioso, colaborativo e de sucesso.

É importante citar que as características que listamos abaixo não são regras e tampouco rótulos. São apenas comportamentos gerais determinados por especialistas em perfis comportamentais.

O colaborador introvertido é geralmente focado em seus próprios pensamentos e sentimentos. Isso não quer dizer que não fazem amizades no trabalho, muito pelo contrário. São pessoas sociáveis, mas que não costumam vocalizar seus pensamentos, pois são pessoas mais reservadas e discretas. Introvertidos, na verdade, são erroneamente confundidos com tímidos.

Já o colaborador extrovertido gosta de viver cercado de pessoas e estão em constante contato com o externo. São sociáveis e gostam de trocar opiniões; ficar sozinhos pode interferir negativamente na produtividade destes colaboradores, pois gostam de grandes grupos.

Nenhuma pessoa é 100% introvertida ou extrovertida. O mais comum no ambiente de trabalho é encontrar pessoas que tenham características dominantes de um introvertido, por exemplo, mas que, em determinadas situações, fiquem mais extrovertidas. O contrário também é real: extrovertidos que, em alguns momentos, se tornam mais introspectivos.


Colaboradores introvertidos: como ajudá-los?

Para lidar com a diversidade do ambiente de trabalho, um gestor precisa, acima de tudo, ter flexibilidade e compreender que cada pessoa é única. Rotular ou julgar o comportamento dos colaboradores são sinais de má liderança e segregação das equipes.

Se percebeu que um colaborador possui características dominantemente introvertidas, veja abaixo o que pode fazer para dar autonomia para que o colaborador desenvolva seu potencial e se sinta parte de um todo.

1. Não rotule

Como dissemos anteriormente, rotular é uma atitude medíocre que só serve para limitar o colaborador. Ninguém quer ou precisa de rótulos. Entenda que as pessoas são diferentes, com potenciais importantes a serem explorados se forem expostas às condições favoráveis para isso.

Portanto, como gestor, faça a sua parte deixando o colaborador livre para fazer seu trabalho da forma que melhor lhe convém, desde que atinja as metas da empresa. Afinal de contas, o sucesso da empresa é o objetivo de todos!

2. Respeite as diferenças

Se o colaborador introvertido consegue trabalhar mais eficientemente sozinho ou em um ambiente silencioso, por exemplo, colocá-lo em situações contrárias prejudicará não apenas a produtividade dele, como o alcance das metas da empresa.

Não force uma situação que é claramente desconfortável ao colaborador introvertido. Ao contrário, ofereça condições para que ele se sinta totalmente incentivado a dar o seu melhor.

3. Use a introversão do colaborador a seu favor

Use as características do colaborador introvertido a favor da empresa. Ele é um bom observador? Permita que ele supervisione projetos em andamento para encontrar falhas que podem, em longo prazo, comprometer os objetivos da empresa.

É detalhista? Peça para que revise documentos ou estratégias para detectar informações que podem ser melhoradas.

O que importa é ter em mente que todos temos qualidades e, se bem observadas, podem trazer grandes benefícios à empresa.

4. Promova a integração dos colaboradores

O fato de um colaborador ser introvertido não quer dizer que ele não goste de companhia. Por isso, é importante promover a integração de todos os colaboradores, mas sem forçar situações.

A socialização do introvertido precisa ser feita de forma natural para que seja bem aproveitada. Todos se surpreenderão ao saber que o introvertido é um ótimo ouvinte.

Vale lembrar que o fato de não se socializarem com tanta facilidade não dispensa um “bom dia” ou “como vai?” das outras pessoas.

A gestão, para ser boa, precisa ser humanizada. Isso significa que colaboradores introvertidos e extrovertidos igualmente precisam de incentivo e condições apropriadas de trabalho para que possam cumprir suas partes e levar a empresa ao sucesso.